O evento


A Semana da Água foi criada em Pernambuco com a intenção de promover a conscientização em relação à importância do uso racional dos recursos hídricos. O evento é realizado em comemoração ao Dia Mundial da Água (22 de março) estabelecido pela Organização das Nações Unidas (Onu), em 1992.

A principal tarefa que a comunidade internacional enfrenta hoje, no campo dos recursos hídricos, é a transformação de obrigações assumidas em ações concretas que devem ser implementadas para benefício das pessoas, dos ecossistemas e da biosfera de maneira geral.

• Criar oportunidades de cooperação na gestão da água entre todas as partes interessadas, bem como aprimorar a compreensão sobre os desafios e os benefícios da cooperação pela água, são ações que podem ajudar na construção de respeito, entendimento e confiança mútuos entre os países, e também na promoção da paz, da segurança e do crescimento econômico sustentável.

• Uma abordagem da cooperação pela água inclusiva e em múltiplos níveis. As questões sobre a gestão de recursos hídricos devem ser tratadas adequadamente nos níveis local, nacional, regional e internacional. Todas as partes interessadas, incluindo as organizações governamentais e internacionais, o setor privado, a sociedade civil e as universidades, devem engajar-se, dedicando atenção especial aos meios de vida das pessoas mais pobres e mais vulneráveis. As escolhas feitas no campo da gestão da água também devem ser consistentes com outras políticas governamentais, e vice-versa. De modo geral, decisões sobre aspectos sociais, políticos e econômicos devem ser tomadas de forma a buscar um equilíbrio e distribuir de forma justa a alocação dos recursos, sempre considerando os limites biofísicos do meio ambiente.

• Abordagens inovadoras de cooperação pela água. É crucial mobilizar, em nível mundial, a vontade política e o comprometimento com as questões da água. Igualmente importantes são a visão de futuro e a boa vontade para considerar caminhos inovadores para abordar a cooperação nos níveis local, regional e internacional. Atualmente, debatesabertos sobre as questões relacionadas aos recursos hídricos, bem como a ampla participação de cidadãos na tomada de decisões – fator-chave para promover a boa governança e um clima de responsabilidade e de transparência – podem estimular ações colaborativas e compromissos políticos. Promover uma cultura de consultas e aumentar capacidades participativas são ações que poderão ocasionar benefícios em todas as áreas, incluindo a gestão colaborativa de recursos hídricos.

• Os benefícios da cooperação pela água. A história tem mostrado que a natureza vital da água doce é um grande incentivo para a cooperação e o diálogo, obrigando as partes interessadas a se reconciliarem, até mesmo nos pontos de vista mais divergentes. Frequentemente, a água une mais do que divide as pessoas e as sociedades.

Em 2013, a Semana da Água será realizada de 18 a 22 de março, em Olinda no Espaço Ciência com estimativa de público total de dez mil estudantes, entre 9 e 14 anos de idade, da rede pública e particular de ensino.
Durante o evento serão realizadas atividades educativas que proporcionarão aprendizado de uma maneira atraente e divertida. A programação inclui peças teatrais, exposições, experimentos, apresentação de vídeos, maquetes e muitas outras atividades.

Ônibus serão disponibilizados gratuitamente para escolas públicas, como forma de dar oportunidade aos alunos dessas instituições de participarem do evento. O trajeto da programação, que será dividida em roteiros, será percorrido com o acompanhamento de monitores capacitados.

O evento é uma realização da Secretaria de Recursos Hídricos e Energéticos de Pernambuco (SRHE/PE), Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) e Companhia Pernambucana de Saneamento, em parceria com o Espaço Ciência (Olinda)

Secretaria de Recursos Hídricos e Energéticos
Avenida Cruz Cabugá, 1111 - Santo Amaro - Recife-PE CEP: 50.040-000 Fone: 3184.2556